Imprimir

jerzy_lepecki

 

Jerzy  Lepecki nasceu na Polônia e, aos dez anos, durante a Segunda Guerra Mundial, veio para o Brasil com a família. Estabeleceram-se primeiramente em Curitiba e, mais tarde, em Belo Horizonte, onde ele completou seus estudos em Engenharia Civil na Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG.

Embora formado em engenharia civil, o Lepecki sempre esteve mais interessado em geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, tanto que lecionou essas cadeiras na Escola de Engenharia da UFMG.

Sua vida profissional começou na CEMIG, e depois seguiram-se  CELPA e FORLUZ, onde ele ocupou o cargo de presidente, e CESP, onde foi diretor.

Em 1973 veio para a Eletrobrás. Logo engajou-se no projeto de criação do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica - CEPEL, que ele considera como sua maior realização profissional e ao qual dedicou dezessete anos de sua vida. Ele tem orgulho e se sente um privilegiado por ter sido um dos fundadores  do CEPEL,   acompanhando desde a sua implantação  até a plena atividade.

Ressalte-se, ainda, a importante participação do  Lepecki no CIGRÉ Internacional, entidade especializada em sistemas de transmissão, que completará em breve noventa anos e que conta com mais de setenta países associados.Ele ocupou, inclusive, a presidência do CIGRÉ.

Após sua aposentadoria em 1991, o Lepecki continuou contribuindo com sua experiência ao Setor Elétrico, na forma, entre outras,  de membro do Conselho  da Fundação Universitária José Bonifácio da UFRJ, idealizada pelo Ministro Antônio Dias Leite e criada com o objetivo de supervisionar as empresas participantes do CEPEL.

Fora do Setor Elétrico, foi marcante sua cooperação com o Instituto Brasil Estados Unidos – IBEU, do qual foi diretor presidente de 2000 a 2006 e presidente do Conselho Deliberativo de 2006 a 2009.

E por onde anda o Lepecki?

A APEL foi ouvi-lo.

Atualmente, o  Lepecki continua muito atuante: é membro do comitê para a preparação do livro sobre a história do CIGRÉ Internacional, nos moldes do livro que ele já produziu para o CIGRÉ Brasileiro.

Casado desde 1954, o  Lepecki tem três filhos e seis netos. Ocupa-se em ler muito e escrever, principalmente sobre as suas memórias. O primeiro livro de memórias publicado "Aniversário-História de uma viagem e suas circunstâncias" descreve sua vinda para o Brasil quando menino.

Está entre seus planos escrever sobre as empresas em que trabalhou e continuar narrando suas memórias, o que de fato deverá ocorrer, porque ele continua  bastante ativo e com muita disposição para a vida.