Caixa de Emails


Como Nascemos

Segundo os mais velhos, dentre os nossos confrades, aconteceu como se conta: um grupo dos primeiros aposentados procurou a Associação dos Empregados da ELETROBRÁS – AEEL, a fim de solicitar-lhe apoio para uma reivindicação. E dela recebeu resposta negativa, reforçada com esta justificativa: —“Vocês nem empregados são mais.” Tal procedimento não frustrou os pleiteantes; pelo contrário, estimulou-os a criar a própria entidade. Ao grupo pioneiro logo se ajuntaram outros aposentados que comungavam da mesma idéia. De sorte que, em 16 de junho de 1986, um documento consultava os aposentados da ELETROBRÁS sobre os propósitos dos vinte signatários.

Esse documento sucinto e claro, no seu primeiro parágrafo registrou um gesto de fineza: “Por especial concessão da Diretoria da ELETROS, estamos utilizando o sistema de expedição de correspondência de nossa Fundação para dirigir aos nossos colegas aposentados da ELETROBRÁS a consulta constante da presente circular“

E a seguir: “É nossa intenção organizar uma sociedade civil, com sede e foro nesta capital, com o objetivo de cooperar com a ELETROS e zelar pelos nossos interesses perante a mesma, nos moldes das associações congêneres, já constituídas há algum tempo, para congregar os aposentados de FURNAS, BNH, Caixa Econômica Federal, BNDES, Banco do Brasil, Petrobrás e outras organizações."

“Se V.Sa. estiver de acordo com esse propósito, solicitamos que preencha e destaque a parte inferior da presente circular, remetendo-a assinada, até o dia 10 de julho, para o seguinte endereço: Av. Nilo Peçanha, 50/11º Andar – Rio de Janeiro –RJ.”

“No caso de resposta afirmativa será enviada, em seguida, a minuta do Estatuto da Associação para receber sugestões, que deverão ser remetidas para o mesmo endereço no mais breve prazo. Após o recebimento e análise dessas sugestões será consolidado e redigido o texto final da minuta do Estatuto, da qual lhe enviaremos cópia, que será submetida à discussão e aprovada na Assembléia de Constituição da Associação.”

Dessa forma participativa e democrática esta Associação dos Aposentados Participantes da ELETROS-APEL, após a manifestação favorável à sua criação por 113 dos consultados e com um significativo número de colaboradores do texto final do Estatuto, foi criada na Assembléia Geral de Constituição realizada na terça-feira, 30 de Setembro de 1986, no Auditório da ELETROBRÁS, 9º. Andar do Edifício BELACAP, Av. Presidente Vargas, 642. E logo registrada sob o nº. 90 136, no Cartório do Registro Civil de Pessoas Jurídicas do Estado do Rio de Janeiro, com aviso publicado no D.O. do Estado, em 10/10/86.

O primeiro documento oficial da novel entidade, identificado como APEL-PRE-001/86-CIRCULAR, datado de 1º de outubro de 1986, expressou o júbilo dos sessenta participantes da Assembléia Geral de Constituição com esta enfática afirmação: “Já existimos!” Informou que fora aprovado o Estatuto com alterações no Art. 5º, Art. 19 e Art. 36 em relação à minuta consolidada. A primeira alteração permitia que fossem considerados sócios fundadores, além dos que assinaram o Livro de Presença da Assembléia Geral, aqueles que solicitassem admissão como associados, no período de sessenta (60) dias, a contar da data da realização da Assembléia. (Totalizaram 143 os sócios fundadores, incluindo os que solicitaram admissão até o fim do prazo estabelecido). A segunda modificação regulou futuras alterações no Estatuto e estabeleceu os critérios para destituição dos membros do Conselho Consultivo, do Conselho Fiscal e da Diretoria Executiva; e a terceira, definiu a duração do mandato da primeira diretoria eleita por unanimidade, até a realização da Assembléia Geral Ordinária de março de l988. A mesma Assembléia aprovou o orçamento da sociedade para o último trimestre do exercício que estimava a receita de contribuição mensal por associado na relação de CZ$ 2,00/1000 cruzados de recebimento pela ELETROS.

A circular APEL-PRE-009/86, de 15 de dezembro de 1986, registrou a saudação de Natal e Ano Novo aos associados e prestou conta das principais atividades nos primeiros dias de existência que se consistiram do envio de cartas aos Presidentes da ELETROBRÁS e da ELETROS, solicitando-lhes a participação da APEL no Conselho de Curadores desta última; das diligências pró-reajustamento dos proventos dos aposentados e pensionistas, segundo a variação dos índices das ORTN/OTN, da ordem de 30%. E também informou que a Associação dera entrada na Secretaria da Previdência Complementar do pedido de reposição do citado reajustamento, a partir de primeiro de novembro de 86, e fez saber que a ELETROS estava empenhada na viabilização desse direito já reconhecido pela administração da ELETROBRÁS. 

Com essa determinação, nossa APEL iniciou sua jornada para o cumprimento de suas disposições estatutárias, marcha que continuamos sem esmorecimento.

Agenda

APEL Notícias nº 157 Maio/2019


Calendário

Agosto
D S T Q Q S S
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
 

Dia 23 Confraternização Aniversariantes - Mai/Jun/Jul/Ago

Tráfego

Temos 150 visitantes e Nenhum membro online

publicidade 3